Relationship Status

Pois é, pessoal, nesses tempos modernos de redes sociais, um momento bastante delicado na vida de qualquer danado ou danada (ou, como o teacher me ensinou: give-swim e give-nothing) é a definição do “relationship status” do Facebook.

E não me refiro a aqueles momentos em que você está com um peguete e ainda não sabe se é namoro ou amizade! Na-na-ni-na-não! Estou falando da precariedade de opções que o nosso amigo Mark Zuckerberg (gato, me liga) nos dá!

Por esse motivo, acho que deveriam ser incluídas as seguintes opções:

Single

In a relationship

Engaged

Married

It’s complicated

Widowed

Separated

Divorced

Putaria maluca

Destruidor(a) de lares

Amigos com benefícios

Só beneficios

Amigos com benefícios meia-boca

O(A) outro(a)

Dando um tempo

Dando um caldo

Dando mais que chuchu na cerca

Enrolando

Sendo enrolado(a)

Esperando a fila andar

De buenas

Encalhado(a)

Matando cachorro a grito

Howard Wolowitz

Forever alone

E você? Em qual opção se encaixa? Qual o relationship status que você gostaria de ver no Fecebook? Deixe um comentário aí em baixo.

//

Posições Sexuais

Hello everybody!

Para começar o blog em grande estilo, nada como um assunto polêmico, não é?

Pois bem, navegando por essa blogosfera de mon dieu achei um texto no blog  “O que elas escrevem de nós” que é um ABSUUUUUUUURDO de muito bom! (aliás, essa Tati Bernardes bem que poderia ser uma das minhas múltiplas personalidades, viu?!)

Mas calma lá que esse post não é para dar dicas de como fazer um duplo-twist-carpado na hora do rala-e-rola! Afinal, isso aqui é (quase) um blog de família!

O post de hoje é sobre Posições Sexuais que os rapazes nunca deveriam adotar.

Enjoy!

1-    Ir embora logo depois de gozar. Pelo menos ronca meia hora pra demonstrar alguma entrega.

2-    Agradecer depois de gozar. Meu amor, eu não te fiz um favor. Eu te fiz. Entende?

3-    Falar sobre “as gostosas do trabalho” enquanto você está nua, ao lado.

4-    Guiar a cabeça da mulher. O ano é 2011, a cidade é São Paulo e as mulheres vão com suas cabeças onde quiserem, quando quiserem. Quer guiar alguma coisa fica em casa brincando de corrida no videogame.

5-    Atender o Betão, o Cabeça ou o Batata logo após a cópula e falar “já tô indo, me espera em cinco que eu tô chegando”.

6-    Bater punheta porque “gata, você não tá sabendo fazer do jeito que vai mais rápido”. Não amigo, não. Primeiro: não é prova de velocidade. Segundo: calma, a gente chega lá, eu sei que você trepa com você há mais tempo do que eu trepo com você, mas eu posso aprender. Terceiro: viciados em joystick não merecem a realidade.

7-    Se gabar porque a mulher gozou. Meu amor, mulher goza em promoção de bolsa de couro falso. Gabe-se apenas se você adivinhou que aquela música era  La Chanson de Prévert, com Jacques Brel e Gainsbourg. Dai tudo bem.

Aaaaaaaaaah! Muito melhor que chocolate!

8-    Nunca, jamais, em hipótese alguma, chame um táxi. Repita comigo: NUNCA. Ou leve a moça, ou durma com a moça ou mate a moça. Mas nunca chame um táxi. Ah, e se for deixá-la no busão faça um favor pra mim: “auto-ateie-se” fogo depois.

9-    Não brinque com seu pinto como se ele fosse uma hélice. Sei lá porquê mas o número de rapazes com essa mania pós festinha é bem grande.

10- Não se sinta obrigado a ser romântico, ligar no dia seguinte, demonstrar amor. Sabemos que nem todo sexo vem com amor e isso dói mas é gostoso. Mas se sinta obrigado a ser interessante. Toda mulher pelada é digna de ver seu lado mais interessante. Nos faça rir, faça elocubrações sem nexo na madrugada e entenda de música, por favor.

11- Caso seja muito necessária aquela urinada meio truncada do membro ainda meio barro/meio tijolo, ao menos evite o pum com eco. Em alguns casos gostamos dos rapazes finos.

Gostou? Não gostou? Quer sugerir um tema para o próximo post? Deixe um comentário aí em baixo ou mande um e-mail para hannalouise06@gmail.com

//

Je Blogando

Allô, mon ami!

Pois é, pessoal! O Facebook não estava sendo suficiente para expressar tudo o que eu tenho a dizer, e essa história de 140 caracteres do Twitter tava mais parecendo coisa de professor da FEA que não quer corrigir prova!

Inspirada na minha alma-gêmea de alter ego, o Jebeando , resolvi montar um blog. E em homenagem à língua mais danada do planeta, quis dar um nome francês para ele: daí veio o Je Blogando.

Espero que vocês gostem!